Quarta-Feira, 01 de Dezembro de 2021 - 23:28:07    Oferecimento Mato Grosso em Destaque
Facebook Mato Grosso em Destaque Instagram Mato Grosso em Destaque Canal no Youtube do Portal Mato Grosso em Destaque WhatsApp Mato Grosso em Destaque
Mato Grosso em Destaque


Data: 23/03/2021 - 09:32 - Por: Gazeta Digital

Vivemos as duas piores semanas da pandemia e tendência é piorar, alerta Lúdio Cabral

Desde 22 de janeiro, Lúdio vem recomendando ao governador a adoção de quarentena por pelo menos duas semanas em todo o território de Mato Grosso para conter a transmissão do vírus


O deputado estadual e médico sanitarista Lúdio Cabral (PT) alertou que os indicadores da covid-19 em Mato Grosso devem piorar ainda mais nas próximas semanas, seguindo a tendência das duas últimas semanas, que foram as piores de toda a pandemia.

 

Lúdio, que tem monitorado e feito projeções sobre a evolução da covid-19 em Mato Grosso desde março de 2020, observou que vivemos o pior momento da pandemia, com o caos no sistema de saúde, principalmente em função variante amazônica do vírus, que é mais contagiosa, mais letal, produz quadros clínicos mais graves e pode reinfectar quem já teve covid.
 

“A pandemia piora a cada semana. A semana passada foi a pior e, de lá pra cá, houve aumento de 30% no número de casos e óbitos. E essa tendência se mantém. Os indicadores da 11ª semana epidemiológica de 2021, dos dias 14 a 20 de março, superam os números da semana retrasada, que já havia sido a pior da pandemia. Foram notificados 14,3 mil casos novos de covid-19, um aumento de 30% em relação à semana anterior. Os óbitos também apresentaram aumento de 29,6%. Foram notificados 437 óbitos entre os dias 14 e 20 de março, média diária de 62 mortes. Além disso, a taxa de contágio mantém-se em 1,30 e sem sinais de redução, o que significa que os números seguirão elevados na próxima semana”, analisou Lúdio.

 

Desde 22 de janeiro, Lúdio vem recomendando ao governador a adoção de quarentena por pelo menos duas semanas em todo o território de Mato Grosso para conter a transmissão do vírus. Lúdio observou que o isolamento social é a única forma de conter a transmissão do vírus, enquanto não temos vacinas em quantidade suficiente para imunizar a população. Isso evitaria um agravamento ainda maior da situação atual, com sistema de saúde colapsado e fila de espera por leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

 

“Com o sistema de saúde em colapso de leitos de UTI, com a exaustão das equipes de saúde, e com sinais de que podem faltar insumos importantes para o atendimento a casos graves (materiais e medicamentos), a realidade exige que se decrete quarentena em todo o território de Mato Grosso e que seja acelerada a vacinação da nossa população. Essa quarentena deve restringir as atividades não essenciais e permitir que os serviços essenciais funcionem sem restrição de horário. Além disso, o Estado precisa dar proteção econômica aos trabalhadores e aos setores econômicos mais vulneráveis”, afirmou Lúdio.

 

Para debater o cenário da pandemia, o andamento da vacinação e as medidas que precisam ser tomadas para combater a covid-19, Lúdio convocou o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, que deve prestar esclarecimentos ao plenário da Assembleia Legislativa ainda nesta semana, em data a ser definida pela Mesa Diretora.


Curta Nossa Página no Facebook:





Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: Vivemos as duas piores semanas da pandemia e tendência é piorar, alerta Lúdio Cabral

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.


COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA COM SEUS AMIGOS




Mato Grosso em Destaque | Portal de Notícias de Mato Grosso - Todos os direitos reservados.

Facebook Mato Grosso em Destaque    Instagram Mato Grosso em Destaque    Canal no Youtube do Portal Mato Grosso em Destaque    WhatsApp Mato Grosso em Destaque

E-Mail: reportagem@matogrossoemdestaque.com.br


Política de Privacidade | Termos de Uso