Quarta-Feira, 01 de Dezembro de 2021 - 00:04:17    Oferecimento Mato Grosso em Destaque
Facebook Mato Grosso em Destaque Instagram Mato Grosso em Destaque Canal no Youtube do Portal Mato Grosso em Destaque WhatsApp Mato Grosso em Destaque
Mato Grosso em Destaque


Data: 20/03/2021 - 10:10 - Por: Gazeta Digital

Lúdio critica 'teimosia' de Mauro e diz que medida é 'insuficiente'

Segundo a proposta do Estado, que será votada na Assembleia Legislativa de Mato Grosso na segunda-feira (22), a ideia é decretar feriado do dia 24 ao dia 26 de março (quarta a sexta da próxima semana)


O deputado estadual e médico sanitarista Lúdio Cabral (PT) criticou a antecipação dos feriados proposta pelo governador Mauro Mendes (DEM) nesta sexta-feira (19). O petista disse que o chefe do Executivo insiste na "teimosia" de não decretar quarentena em todo estado e afirmou que a medida é "insuficiente".

 

Segundo a proposta do Estado, que será votada na Assembleia Legislativa de Mato Grosso na segunda-feira (22), a ideia é decretar feriado do dia 24 ao dia 26 de março (quarta a sexta da próxima semana), e também nos dias 1 e 2 de abril (quinta e sexta) da semana posterior para barrar a circulação do vírus.

Contudo, conforme o deputado, a medida seria insuficiente, uma vez que o intervalo dos dias 29, 30 e 31 diminuiria os efeitos conquistados pela suspensão das atividades nos demais dias. Para Lúdio, que defende a quarentena total no estado desde janeiro, a ação mais acertada seria estender o feriado sem interrupções.

 

"Teimosia em não decretar quarentena. É preciso conter o ciclo de transmissão do vírus", disse. "O governo precisa trabalhar com o conhecimento do comportamento do vírus. A taxa de contágio do vírus tem um comportamento que é exponencial. O ciclo de transmissão do vírus dura entre 10 a 14 dias", acrescentou.

 

À reportagem, o petista afirmou que a eficiência diminuída com os dias em que as atividades retornarão, entre os feriados, se assemelha ao toque de recolher, que restringe a circulação durante a noite e tem seus efeitos diluídos com o retorno das atividades no dia seguinte.

 

Apesar das críticas, o deputado apontou que não se colocará contra a medida na Casa de Leis, tendo em vista que "qualquer ação é melhor do que nada".

 

"A questão é avaliar qual é o impacto dela. Essa medida é positiva, é melhor que nada. O toque de recolher é melhor do que nada. Essa medida é mais um passo em direção à querentena é melhor do que nada. Porém, ela ainda é insuficiente para o cenário que estamos vivendo", disse o parlamentar.


Curta Nossa Página no Facebook:





Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: Lúdio critica 'teimosia' de Mauro e diz que medida é 'insuficiente'

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.


COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA COM SEUS AMIGOS




Mato Grosso em Destaque | Portal de Notícias de Mato Grosso - Todos os direitos reservados.

Facebook Mato Grosso em Destaque    Instagram Mato Grosso em Destaque    Canal no Youtube do Portal Mato Grosso em Destaque    WhatsApp Mato Grosso em Destaque

E-Mail: reportagem@matogrossoemdestaque.com.br


Política de Privacidade | Termos de Uso