Terça-Feira, 07 de Dezembro de 2021 - 09:48:49    Oferecimento Mato Grosso em Destaque
Facebook Mato Grosso em Destaque Instagram Mato Grosso em Destaque Canal no Youtube do Portal Mato Grosso em Destaque WhatsApp Mato Grosso em Destaque
Mato Grosso em Destaque


Data: 19/03/2021 - 12:50 - Por: Gazeta Digital

Chapada decreta situação de calamidade pública por causa da covid

Com o decreto, as secretarias municipais ficam autorizadas a adotar as medidas necessárias à prevenção e ao combate à doença


O prefeito Osmar Froner assinou nesta sexta-feira (19) o Decreto nº 035/2021 declarando o Estado de Calamidade Pública no município de Chapada dos Guimarães para fins de prevenção e enfrentamento à pandemia causada pela Covid-19. O documento foi publicado na edição de hoje do Diário Oficial Eletrônico dos Municípios. A situação de calamidade vigorará por 180 dias, podendo ser prorrogada em caso de necessidade.

 

De acordo com o texto, a medida leva em consideração a emergência na saúde pública, em âmbito nacional e internacional, decorrente da pandemia e seus impactos socioeconômicos e financeiros, além da necessidade de extrema urgência na destinação de recursos públicos para investimentos na saúde.

Com o decreto, as secretarias municipais ficam autorizadas a adotar as medidas necessárias à prevenção e ao combate à doença. Além disso, permite ao Poder Executivo, sempre que necessário, abrir crédito extraordinária para a cobertura de despesas.

 

Osmar Froner explica o município não está medindo esforços ´para salvar vidas. “Estamos investindo na adequação da UPA e dos Postos de Saúde da Família. Tínhamos três leitos de enfermaria, e hoje estamos com 17. Investimos na oxigenoterapia, fisioterapia, aumento do número de profissionais da saúde, adquirimos mais de R$ 500.000,00 em medicamentos, reforçamos a frota de veículos, e instalamos o Complexo de Atendimento ao Covid-19. Mesmo com todos esses esforços, precisamos socorrer nossos munícipes com rapidez, pois a vida não espera”, disse o prefeito.

 

Segundo o chefe do Poder Executivo Municipal, mesmo com a melhoria na estrutura da saúde o município está enfrentando a falta de leitos em Cuiabá e Várzea Grande para atender aos pacientes com pedidos de regulação pelo SUS.

 

“Não existe vagas. Não sou da área médica, mas penso que a segunda onda da doença está com uma trajetória mais rápida na infecção do pulmão, e no agravamento do paciente para o óbito. A maioria dos pacientes estão entrando com 30% de comprometimento pulmonar, e com os protocolos normais dão uma estabilizada e, de repente, vai evoluindo a 70 e 80% causando pânico e mortes”, lamentou Osmar.

 

O prefeito relata que diante das ocupações dos leitos de UTIs das redes pública e privada do estado, a preocupação no momento é de preparar novas vagas em enfermarias, e ampliar o atendimento dentro do município. Ele cita o exemplo da cidade de Manaus, que com protocolos diferentes, como a contratação rápida de médicos, obteve bons resultados.

 

“Além dessas medidas, precisamos fazer com que a população cumpra os protocolos de prevenção à Covid-19, como evitar a aglomeração, os contatos físicos e o aumento do fluxo de pessoas, em especial, em ambientes fechados. E também o uso de máscara e os cuidados quanto à higienização das mãos e de objetos, enfatizou.

 

O prefeito também defende que com a contração dos profissionais é possível avançar nos procedimentos e atendimento à população, para isso observa que o município também precisa da ajuda do Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso para dar suporte e segurança jurídica aos profissionais, com um único objetivo: salvar e preservar vidas.

 

A Prefeitura Municipal vai ainda solicitar, por meio de mensagem, que a Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso reconheça o estado de calamidade pública, para os fins da Lei de Responsabilidade Fiscal.

 

Covid-19 em números

Conforme o Boletim Epidemiológico, divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, na última quarta-feira (17), o município já registrou 956 casos confirmados da doença, desde o início da pandemia. Deste total, 136 são pessoas que estão portando o vírus neste momento, e que devem estar, obrigatoriamente, isolados em domicílio. 16 estão hospitalizadas (10 na UPA e 6 em Cuiabá), e 36 pessoas já morreram em decorrência da Covid-19.


Curta Nossa Página no Facebook:





Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: Chapada decreta situação de calamidade pública por causa da covid

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.


COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA COM SEUS AMIGOS




Mato Grosso em Destaque | Portal de Notícias de Mato Grosso - Todos os direitos reservados.

Facebook Mato Grosso em Destaque    Instagram Mato Grosso em Destaque    Canal no Youtube do Portal Mato Grosso em Destaque    WhatsApp Mato Grosso em Destaque

E-Mail: reportagem@matogrossoemdestaque.com.br


Política de Privacidade | Termos de Uso