Quarta-Feira, 01 de Dezembro de 2021 - 00:41:22    Oferecimento Mato Grosso em Destaque
Facebook Mato Grosso em Destaque Instagram Mato Grosso em Destaque Canal no Youtube do Portal Mato Grosso em Destaque WhatsApp Mato Grosso em Destaque
Mato Grosso em Destaque


Data: 17/03/2021 - 09:39 - Por: Olhar Direto

‘Quem diz que R$ 150 é pouco, vive com muito’, rebate Mauro a pedido de Lúdio por auxílio de salário mínimo

Eu gostaria de pagar um salario mínimo, dois, três, dez [salários]. [Mas] temos que pagar o que tem condições neste mome


Após o governador Mauro Mendes (DEM) anunciar que iria lançar um programa de auxílio emergencial a mato-grossenses, o deputado estadual Lúdio Cabral e a vereadora Edna Sampaio, ambos do PT, entraram com uma ação no Tribunal de Justiça solicitando que o Estado pagasse um salário mínimo de renda básica à população carente, durante os meses de pandemia. Nesta terça-feira (16), Mauro entregou à Assembleia uma proposta de auxílio, por meio do Ser Família Emergencial, de R$ 150 por três meses. Em resposta a Lúdio, o governador questionou porque o Bolsa Família, na época em que o Partido dos Trabalhadores estava na presidência da República, não era de um salário mínimo.
 
 
“Seria importante que o deputado, enquanto [foi] vereador [por Cuiabá], tivesse feito isso quando o presidente da república era do PT. Poderia ter pago um salário mínimo no Bolsa Família. Eu gostaria de pagar um salario mínimo, dois, três, dez [salários]. [Mas] temos que pagar o que tem condições neste momento. Quem diz que R$ 150 é pouco, é porque vive com muito”, disparou Mauro, após o lançamento do auxílio, no Palácio Paiaguás.
 
Na última segunda-feira (15), a vereadora Edna Sampaio e o deputado estadual Lúdio Cabral, ambos do PT, protocolaram no Tribunal de Justiça de Mato Grosso um mandado de injunção, junto aos dos diretórios municipal e estadual do partido, com pedido de liminar para determinar ao governo e à prefeitura pagamento de um salário mínimo mensal à população em situação de pobreza extrema e, no prazo de 90 dias, a criação de programa de transferência de renda para os mais pobres.
 
Nesta terça-feira (26) o governador Mauro Mendes (DEM) lançou o programa ‘Ser Família Emergencial’, que vai dar, por três meses, R$ 150 a cem mil famílias de Mato Grosso que estão cadastradas no CadÚnico e têm renda mensal de até R$ 70 por pessoa. O programa vai custar R$ 45 milhões, sendo que R$ 35 milhões virão da Fonte 100 (recursos do Estado) e R$10 milhões foram doados pela Assembleia Legislativa.


Curta Nossa Página no Facebook:





Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: ‘Quem diz que R$ 150 é pouco, vive com muito’, rebate Mauro a pedido de Lúdio por auxílio de salário mínimo

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.


COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA COM SEUS AMIGOS




Mato Grosso em Destaque | Portal de Notícias de Mato Grosso - Todos os direitos reservados.

Facebook Mato Grosso em Destaque    Instagram Mato Grosso em Destaque    Canal no Youtube do Portal Mato Grosso em Destaque    WhatsApp Mato Grosso em Destaque

E-Mail: reportagem@matogrossoemdestaque.com.br


Política de Privacidade | Termos de Uso