Domingo, 05 de Dezembro de 2021 - 02:36:05    Oferecimento Mato Grosso em Destaque
Facebook Mato Grosso em Destaque Instagram Mato Grosso em Destaque Canal no Youtube do Portal Mato Grosso em Destaque WhatsApp Mato Grosso em Destaque
Mato Grosso em Destaque


Data: 16/03/2021 - 08:49 - Por: Gazeta Digital

Há um ano pandemia da covid chegava a Mato Grosso

Diferente de março de 2020, no qual o sistema de saúde se preparava para lidar com a pandemia, no atual cenário os hospi


O Gazeta Digital registra nesta terça-feira (16) um ano desde a publicação do primeiro caso de infecção pela covid-19 em Mato Grosso. De março passado até hoje, a Secretaria de Estado de Saúde notificou 274.788 casos da doença, dos quais em 6.456 ocorrências as vítimas não resistiram e morreram.

 

Diferente de março de 2020, no qual o sistema de saúde se preparava para lidar com a pandemia, no atual cenário os hospitais superlotaram com falta de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e leitos de enfermarias. O colapso, que foi assumido publicamente pelo secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, atingiu a todos os setores e alterou as rotinas.

 

Leia também - PM é preso informando o Comando Vermelho sobre operação de tráfico

 

 

 

Neste mesmo período há um ano, os primeiros casos eram registrados em diversas cidades brasileiras. À época, a "regra" para disseminação do vírus atendia um protocolo não oficial, no qual pessoas vindas do exterior importavam o vírus para o país.

 

Seguindo o circuito nacional, em Mato Grosso o padrão se repetiu e o primeiro caso registrado foi de um homem de 42 anos, que havia retornado há pouco tempo da Itália - país mais atingido pela Sars-Cov-2 na Europa e que viria a se tornar um case global da pandemia.

 

Passado o primeiro caso - que recebeu atendimento em hospital particular -, não tardou a chegada da segunda ocorrência. No período, o alto número de suspeitas de contágio assustava a população, que, informada pelos noticiários, mergulhava em uma nova realidade.

 

Os casos confirmados, que de início eram verificados em um ritmo de conta-gotas, aceleraram exponencialmente. Na mesma velocidade, os governos começavam a dar suas primeiras respostas sobre como lidariam com o novo ambiente.

 

Em Mato Grosso, no primeiro momento, o Estado adotou medidas mais flexíveis, que foram frontalmente opostas às determinações adotadas pela Prefeitura de Cuiabá - que teve sua autonomia resguardada pelo Supremo Tribunal Federal.

Passado um ano, a intensidade da polarização não mudou, mas os lugares ocupados por cada gestor se inverteram, com relaxamento de decretos municipais e endurecimento do governo estadual.

 

A disputa entre a Capital e o Estado seguem até hoje, em uma competição por decretos, cobrança de ações e acusações mútuas. Para além da crise na saúde, a população tem de lidar com uma atmosfera de revanchismo nos Executivos (admitido e lamentado inclusive pela própria classe política).

 

A falta de insumos e a ausência de vacina marcaram a primeira onda, que chegou ao fim forçadamente empurrada pelo segundo momento da pandemia no estado.

 

O cenário mudou, ficou mais grave, com o acréscimo de variantes do vírus, falta de leitos e baixa expectativa de vacinação. Nos dois momentos mais danosos da pandemia, as constantes são as mesmas: alta nos contágios; um “sem-fim” de mortes e o revanchismo.

 

Na véspera de completar o primeiro ano de pandemia em Mato Grosso, o estado registrou número recorde de mortes em um único dia: 86 pessoas.

 

Com o “recado dado”, a pandemia segue a todo vapor no estado. Paralelamente, as tratativas para obtenção de vacinas também são articuladas. Nesse contexto, a esperança da população é que os acordos do alto escalão firmados a portas fechadas sejam potentes e rápidos os suficiente.


Curta Nossa Página no Facebook:





Comentários: ( 0 ) cadastrados.

Faça o comentário para a noticia: Há um ano pandemia da covid chegava a Mato Grosso

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade do autor.
As mensagens com conteúdo abusivo poderão ser vetados da publicação.


COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA COM SEUS AMIGOS




Mato Grosso em Destaque | Portal de Notícias de Mato Grosso - Todos os direitos reservados.

Facebook Mato Grosso em Destaque    Instagram Mato Grosso em Destaque    Canal no Youtube do Portal Mato Grosso em Destaque    WhatsApp Mato Grosso em Destaque

E-Mail: reportagem@matogrossoemdestaque.com.br


Política de Privacidade | Termos de Uso